Servidores denunciam ao MPF patrulha de militares da Saúde em redes sociais

Metrópoles          17/06/2020

O documento intitulado “Dicas de Ética” ressalta que, além das postagens dos funcionários públicos, a pasta está de olho nos comentários

Servidores públicos federais vão apresentar uma denúncia ao Ministério Público Federal (MPF) para que seja apurado o conteúdo de um e-mail interno do Ministério da Saúde com “dicas de ética” para adverti-los sobre o uso das redes sociais.

A Comissão de Ética da pasta deixou claro que, além das postagens dos funcionários públicos, está de olho também nos comentários feitos por eles, mesmo em perfis de outras pessoas. Eles classificaram o ato como autoritário e uma tentativa de censura. “Os servidores públicos servem ao povo e à Nação, não aos governos”, destaca, em nota.

O Sindicato dos Trabalhadores no Combate às Endemias e Saúde Preventiva do Estado do Rio de Janeiro (Sintsaúde-RJ) anunciou que encaminhará uma denúncia ao MPF. 

“Não vamos ceder nenhum milímetro às ameaças dos aprendizes de ditadores, pois contra elas usaremos a força da Constituição da República, que consagrou aos brasileiros e brasileiras o direito à liberdade de expessão e de pensamento”, informou a…

Leia a íntegra em Servidores denunciam ao MPF patrulha de militares da Saúde em redes sociais

Escrever um comentário