Reajuste para servidor agora seria ‘covardia’ e ‘traição ao povo’, diz Guedes

Jornal Extra          30/04/2020
Brasília – O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira que os recursos que serão transferidos do governo federal para estados e municípios não podem ser transformado em aumento para servidores públicos porque isso seria uma “covardia” e “traição” com o povo brasileiro. O programa vai ter um impacto de até R$ 130 bilhões, reforçou o ministro.
— Estamos conscientes. Não pode faltar recursos para a saúde. Por isso é que não pode ter aumento de salário. Nenhum outro o uso dos recursos para fins que não sejam o combate ao coronavírus. Se não seria uma covardia contra o povo brasileiro. Se aproveitar do momento que a população brasileira está sendo abatida por um vírus, se aproveitar disso para fazer política, em vez de cuidar da saúde, seria uma traição ao povo brasileiro inaceitável — disse…

Escrever um comentário