PF investiga agressão a servidor do Ibama no Pará após emboscada contra fiscalização

BSPF          06/05/2020

A Polícia Federal está investigando a agressão contra servidor do Ibama no Pará. 

O inquérito vai apurar a ação de madeireiros e a possível agressão sofrida por um servidor do Ibama no município de Uruará, sudoeste paraense, próximo a Altamira. 

De acordo com a Asibama, Associação dos Servidores do Ibama, os agentes ambientais foram emboscados por um grupo de pessoas contrárias à fiscalização na noite dessa terça-feira. 

Ao tentar negociar, o coordenador da equipe foi atingido por uma garrafa de vidro atirada por um dos manifestantes. Ele foi conduzido para o hospital, onde foi atendido e medicado. 

Os servidores do Ibama voltavam de uma operação no entorno da Terra Indígena Cachoeira Seca. Eles conduziam um caminhão abandonado por criminosos em um acampamento utilizado como base para extração ilegal de madeira. 

Antes de chegar ao município de Uruará, os agentes foram parados pelo grupo que, segundo a Associação dos Servidores, desde a semana passada tenta impedir o trabalho de fiscalização, voltado para a proteção da população indígena, em especial para conter a disseminação do novo coronavírus. 

A PF informou que diligências policiais já estão em andamento. A apuração está sendo conduzida pela Delegacia de Polícia Federal de Santarém. 

Em nota, o Ministério do Meio Ambiente e o Ibama repudiaram o ataque sofrido pela equipe de fiscalização durante a operação na Terra Indígena Cachoeira Seca. Disseram ainda que estão sendo adotadas as medidas necessárias para identificar e responsabilizar os agressores. 

O Ministério reiterou o apoio às equipes no cumprimento da lei e das normas em defesa do meio ambiente.

Fonte: Radioagência Nacional

Escrever um comentário