Mesmo com veto a reajuste de servidor, economia continuará caindo, diz Bolsonaro

Istoé Dinheiro          13/05/2020

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta terça-feira, 12, que, mesmo com veto ao reajuste salarial de servidores “a economia vai continuar caindo”. “Se vetar, não adianta nada que nós estamos pretendendo fazer, a economia vai continuar caindo”, disse. A possibilidade de reajuste para algumas categorias de servidores consta do projeto de lei de socorro aos Estados e municípios aprovado pelo Congresso e que aguarda sanção do presidente. 

O comentário do presidente foi feito para um grupo de pessoas aprovadas em concurso público de 2018 da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que estavam em frente ao Palácio da Alvorada na manhã desta terça. 

O grupo queria pedir ao presidente o acréscimo de 600 aprovados no concurso, mas o presidente antes de entender o pedido se adiantou e falou do veto, já que a PRF faz parte das categorias poupadas do congelamento salarial previsto no projeto de lei. “A lei como está, o projeto como está, não tem como deixar (de fora do congelamento salarial alguma categoria), é um artigo só, trata de um montão de coisa, tá certo?”, comentou. “Se vetar, não adianta nada que nós estamos pretendendo fazer, a economia vai continuar caindo, e…

Leia a íntegra em Mesmo com veto a reajuste de servidor, economia continuará caindo, diz Bolsonaro

Escrever um comentário