Malabarismo fiscal acabaria com compromisso do BC de não subir juros, diz agência

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta quinta-feira (1º) que a autoridade monetária retirará imediatamente seu compromisso de não subir os juros, explicitado na nova política de “forward guidance” (orientação futura), no caso de violação do teto de gastos, segundo relatos de três fontes ouvidas pela Reuters e que participaram de evento virtual com o presidente do BC.
Leia mais (10/01/2020 – 20h04)

Escrever um comentário