Governo reforça equipe para atuar nos processos de centralização de inativos e pensionistas

BSPF          02/07/2020

Nesta semana, 132 aposentados e militares aprovados em processo seletivo foram recebidos no quadro de pessoal temporário do Ministério da Economia

O Ministério da Economia (ME) ganhou no início desta semana o reforço de 132 servidores civis aposentados e militares da reserva que vão atuar nos processos de concessão de aposentadorias e pensões. A medida visa dar celeridade e eficiência à centralização do atendimento e prestação de serviços a inativos e pensionistas. Os novos servidores, aprovados em processo seletivo simplificado, foram recebidos, na terça-feira (30/6), em seminário virtual promovido pelo Ministério. 

“Por meio das contratações temporárias, o objetivo do governo federal é atender às necessidades de pessoal por tempo determinado e avançar do ponto de vista da eficiência na Administração Pública. A medida visa garantir que a sociedade receba serviços de qualidade”, afirma Wagner Lenhart, secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal do ME. 

Iniciada em 2018, a centralização do atendimento e prestação de serviços a inativos e pensionistas deve alcançar 450 mil pessoas até fevereiro de 2020. De acordo com Lenhart, os novos servidores são parte fundamental nesse processo. “Eles chegam em boa hora e darão apoio nesse grande projeto de transformar a Administração Pública Federal e trazer melhorias para a sociedade”, afirma o secretário. 

De acordo com o previsto no edital, os contratos firmados com os aprovados são temporários, com duração até 31 de dezembro de 2021. Poderão ser prorrogados uma única vez, no interesse da Administração Pública, até atingir o prazo máximo de dois anos.

Fonte: Ministério da Economia – Portal do Servidor

Escrever um comentário