Governo irá demitir servidores públicos que fraudaram auxílio emergencial

BSPF          18/07/2020

Medida valerá para aqueles que fraudaram o benefício e excluirá quem teve CPF usado

De acordo com o ministro Wagner Rosário, o governo irá demitir os servidores públicos que fraudaram para receber o auxílio emergencial de R$ 600. A Controladoria-Geral da União (CGU) registrou 396.316 servidores municipais, estaduais e federais que receberam o benefício indevidamente. 

Apesar do grande número de pagamentos indevidos entre servidores, nem todos podem ser de fraudes. A demissão ocorrerá para aquelas que fraudaram para o recebimento e poupará quem teve os dados utilizados por golpistas. Já os que comprovadamente fraudaram, além de serem demitidos, irão responder por crimes como falsidade ideológica e peculato.

Por Natália Marinho

Fonte: Notícias Concursos

Escrever um comentário