Empresa do Vale do Silício tenta recriar em dias o envelhecimento em anos do uísque

Quando uma garrafa de uísque Yamazaki de 55 anos foi vendida pelo preço recorde de US$ 795 mil (R$ 4,4 milhões) em um leilão em Hong Kong, em agosto, isso serviu como prova de duas coisas. O uísque, amadurecido em barris de carvalho japoneses capazes de adicionar notas de baunilha, mel e florais e um traço de incenso queimado à bebida, é um objeto de coleção. E, além disso, deixou de ser fabricado.
Leia mais (10/09/2020 – 20h00)

Escrever um comentário