Coronavírus: Senado vai dispensar servidores com mais de 65 anos

BSPF         15/03/2020
Medida deve ser publicada na próxima segunda-feira (16/03) pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre
A partir da próxima segunda-feira (16/03), o Senado vai dispensar do trabalho servidores com mais de 65 anos. A medida constará em dois atos a serem publicados pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), após o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), 58 anos, testar positivo para o coronavírus. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.
Idosos são considerados grupo de risco para a covid-19. Trinta e oito dos 81 senadores (47%) têm 60 anos ou mais. Vinte e seis senadores –um terço do total – têm 65 ou mais.
A letalidade da doença é de 3,6% para pacientes entre 60 e 69 anos e chega a 14,8% para quem tem mais de 80.
Nesta legislatura, dois senadores da atual legislatura têm mais de 80 anos: Arolde de Oliveira (PSD-RJ) tem 83 anos e José Maranhão (MDB-PB), 86.
Trad fez parte da comitiva que viajou para os Estados Unidos no fim de semana passado junto com o presidente Jair Bolsonaro.
Pelo ato que será publicado, ficam consideradas justificadas as ausências às reuniões de comissões e sessões plenárias de senadores com idade superior a 65 anos, gestantes, imunodeprimidos ou portadores de doenças crônicas que compõem risco de aumento de mortalidade por covid-19.

O documento também estabelece que pessoas credenciadas, como jornalistas e assessores, não terão mais acesso ao cafezinho dos senadores, anexo ao plenário do Senado.
Fonte: Metrópoles

Escrever um comentário